Produtos

Flores e plantas ornamentais

Cattleya hybridum Categoria: Flor em Vaso

Nome Científico: Cattleya hybridum

Nome Popular: Orquidea Cattleya Branca

Porte: De médio a grande; as inflorescências com três a cinco flores atingem até 20 cm de diâmetro.

Ciclo de Vida: Perene.

Flores: Suas flores são bastante grandes e vistosas e surgem durante a primavera ou outono. A época de floração varia de espécie para espécie. Uma planta adulta tende a florir uma vez ao ano, mas algumas, podem florir mais de uma vez, se bem tratadas e, especialmente, se for um híbrido cujos “pais” tenham, florações em épocas diferentes. As flores duram, em média dez dias, mas há variações, principalmente nos híbridos.

Iluminação: Ao adquirir uma Catléia florida, mantenha dentro de casa, próxima a uma janela bem iluminada. Dê preferência a locais de muita luminosidade, mas sem sol incidindo diretamente na planta, para não queimar as folhas, além de muita umidade e ventilação para evitar aparecimento de fungos. Suas flores são muito duráveis se cuidadas desta maneira. No jardim, devem ser cultivadas à meia-sombra.

Rega: Regue-a sempre que o substrato secar. Depois de replantada, as regas devem ser freqüentes no verão e reduzidas no inverno. Em meses quentes regar 2 vezes por semana e nos meses frios, 1 vez por semana é o suficiente. É importante observar o vaso e regá-lo quando estiver seco.

Substrato: O substrato deve ser grosso, pode ser composto de uma mistura de cascas de árvores, carvão vegetal, cascas e fibras de coco, entre outros materiais próprios para epífitas. Não enterre o rizoma (caule paralelo ao solo), ele deverá ficar sobre o substrato. Com o passar do tempo a terra do vaso vai ficar fina e as raízes não terão mais como se desenvolver, neste caso poderá ser interessante replantá-la em outro vaso, utilizando a mistura acima indicada ou amarrando-a em um tronco de árvore, usando musgo ou fibra de coco. Nos troncos o processo de fixação demora em torno de um ano.

Adubação: A Adubação deve ser suave e diluída, preferencialmente orgânica, como torta de mamona e farinha de ossos. Atualmente encontramos adubos próprios para orquídeas, de liberação lenta. Se preferir poderá aduba-la semanalmente com NPK 20-20-20 ou 10-10-10 a cada 15 dias, na metade da quantidade indicada no rótulo.

Poda: Quando a flor murchar e secar, remova-a, juntamente com a haste floral, cortando com uma tesoura esterilizada, deixando uns vinte centímetros na planta. A partir deste momento você poderá replantá-la caso necessário. A época de florescer é após o inverno, quando é formado o botão. O pico do florescimento ocorre no início da primavera, quando se consegue encontrá-las em abundância no comércio.

Método de Propagação ou Replante: Multiplica-se por divisão da planta, preservando pelo menos 3 pseudobulbos para cada muda, com rizoma e raízes. Evite subdividir demais as plantas, sob pena de elas enfraquecerem muito. Comercialmente pode ser multiplicada por meristema, através de uma avançada tecnologia laboratorial que permite a produção em grande escala de milhares de clones da mesma planta.

Produto Similares